São José de Calasanz

Bíblia na mão, Palavra de Deus no coração

Bíblia na mão, Palavra de Deus no coração

 

A Bíblia é o Livro. Especial, único; o Livro da Vida. Palavra iluminadora que acompanha os passos da humanidade ao longo dos tempos. Palavra Viva, sempre atual, revelando o rosto de um Deus próximo que ama e salva.

 

A Bíblia faz parte da identidade do Povo Cristão. Somos “Povo ouvinte e praticante da Palavra”. Povo que se alimenta da Palavra, se familiariza com ela, aprende a ler a vida à luz da Palavra sob o impulso do Espírito; povo, também, que anuncia a Palavra sempre e em todo lugar, pois a Palavra revela o projeto de Deus manifestado em Jesus e é a referência fundamental do comportamento cristão. Vida cristã e Palavra estão intimamente ligadas.

 

Os recentes Documentos da Igreja fazem uma chamada insistente para a centralidade da Palavra na vida e na missão da Igreja. A vida cristã se fundamenta na Palavra, pois é através dela que Deus dialoga conosco. O contato pessoal com a Palavra nos leva ao conhecimento da pessoa e da mensagem de Jesus. A Palavra transforma nossa vida, gera solidariedade, abre nosso coração para a reconciliação, impulsiona-nos no serviço da justiça e da paz. Vivemos em permanente escuta; procuramos familiarizar-nos com a Palavra; aprendemos a contemplar a vida à luz da Palavra e nela encontramos força para enfrentar os desafios da vida.

 

O mês da Bíblia quer provocar um passo à frente: abrir o coração mais plenamente à Palavra; saber aproveitar as oportunidades de formação que acontecem ao nosso redor; integrar-se em um Círculo Bíblico; aderir à Leitura Orante (tão recomendada pela Igreja); usar a Bíblia nos momentos de oração pessoal... Se em tempos passados o contato com a Palavra era tímido, no momento atual a Igreja quer colocar a Palavra nas mãos e no coração de todos, como espaço sagrado de encontro com Deus.

 

Somos “Ouvintes da Palavra?”. Não é questão de “ouvidos”, é questão de intimidade, de coração atencioso para acolhê-la com fina sensibilidade e deixá-la iluminar nossa casa (que é a nossa vida). A Palavra nos sustenta e guia; o contato com a Palavra nos leva ao encontro da pessoa e da mensagem de Jesus. Acompanha nossa peregrinação diária, orientando-nos em meio à neblina das circunstâncias da vida; e quando a caminhada se torna difícil, a Palavra faz ressoar em nosso interior a Boa Notícia de que somos amados e, fortalecidos com essa certeza, nos anima a viver felizes e a avançar com maior convicção.  A Palavra nos convida a um seguimento de Jesus mais entusiasmado, superando a rotina que, às vezes, nos adormece; convida-nos a superar a tentação do cansaço, do medo, da acomodação.

 

Destino da Palavra é o interior do nosso ser. “Bíblia na mão, Palavra de Deus no coração”.