São José de Calasanz

Oficina de Comunicação Escolápia

Oficina de Comunicação Escolápia

“A Igreja existe para evangelizar, e sua missão primordial consiste em comunicar a Boa Notícia do Reino, proclamado e realizado em Jesus Cristo. Isso implica, no mundo contemporâneo, uma pastoral em contínuo estado de missão, com novos métodos e novas expressões." (Capítulo III – Diretório de Comunicação da Igreja no Brasil)

 

Aconteceu nos dias 06 e 07 de agosto, no Colégio São Miguel Arcanjo, em Belo Horizonte, a I Oficina de Comunicação Escolápia. O encontro, que contou com a presença de agentes de pastorais, colaboradores e voluntários das obras escolápias, teve como objetivo principal trabalhar a comunicação no âmbito Vice-Provincial. Foram momentos de formação, capacitação e integração entre as pessoas que participaram da Oficina.


A dinâmica do encontro consistiu em palestras sobre o cenário da comunicação no Brasil, na Igreja e dentro das obras escolápias.


Na quinta-feira, a abertura foi feita pela Pastoral do Colégio São Miguel, em seguida a produtora e especialista em artes visuais Bruna Milagres destacou a importância da comunicação visual para alcançar o sucesso das instituições. Nesse dia, houve também a palestra do arcebispo auxiliar de Belo Horizonte, Dom João Justino com o tema “Comunicação e evangelização, os desafios da evangelização na era digital”. Para fechar o dia, o Vice-Provincial, Pe. Juan María detalhou o cenário da comunicação na Vice-Província Brasil-Bolívia e quais os pontos que devem avançar para construir um planejamento estratégico para os próximos anos pensando numa comunicação pastoral.


Já na sexta-feira, a abertura e oração foram feitas pela presença escolápia de Governador Valadares e, dando início às palestras, a Professora de Língua Portuguesa Fátima Machado destacou a importância do cuidado com a coesão textual. Em seguida, o Jornalista e Fotógrafo Gladyston Rodrigues trabalhou a construção do olhar fotográfico e para fechar a manhã, a coordenadora da Pascom da Arquidiocese de Belo Horizonte, Irmã Maria Alba apresentou o documento 99 da CNBB - Diretório da Comunicação.


Na parte da tarde o trabalho foi conduzido pelo Jornalista, professor e assessor da Puc MG, Mário Viggiano, que abordou sobre os processos da comunicação e a estrutura de uma assessoria. Para fechar o encontro, o diretor Titular dos colégios escolápios no Brasil, Pe. Fernando Aguinaga trabalhou o documento “Comunicar para a missão”.


É preciso compreender as pessoas e a realidade em que elas vivem, o foco da comunicação deve ser a pessoa e toda a sua história de vida. O nosso exemplo de perfeito comunicador foi Jesus Cristo, que ia ao encontro do outro, convidava as pessoas e criava oportunidade para que boas histórias acontecessem.

 

Curta as fotos em Facebook Escolápios Brasil

 

Calasanz nos une. Vem e verás!